Como proteger os gatos do frio no Inverno

Com a chegada do Inverno, as temperatura baixas e tanto os humanos como os animais sofrem com o frio. Os gatos de pelagem curta são os que mais sofrem nesta época. Além das vacinas anuais específicas para a prevenção de doenças, os animais requerem cuidados redobrados no inverno.

Algumas das medidas mais importantes para proteger os gatos do frio são:

  • Mantenha os seus animais de estimação dentro de casa quando temperatura baixa.
  • Certifique-se que eles têm um abrigo quente e sólido contra o vento, uma cama adequada e água disponível.

Os animais que não estão de boa saúde não devem ser expostos às baixas temperaturas. Os animais muito jovens e muito velhos são mais vulneráveis ao frio. Independentemente da sua saúde, os animais não devem ficar no exterior em condições adversas.

Para se aquecerem, os gatos vão aconchegar-se junto de fontes de calor para permanecer aquecidos o que inclui os motores dos carros. Antes de ligar o motor, verifique debaixo do carro se tem gatos alojados na zona dos pneus ou faça barulho a buzinar ou bater no capô.

Se acender uma lareira ou ligar aquecedores para manter a sua casa quente o calor será tão atractivo para os animais de estimação como para as pessoas. Como o seu gato tende a chegar perto do calor para se aquecer, mantenha-se atento para garantir que nem a cauda, as patas ou o focinho entram em contacto com chamas ou superfícies quentes de aquecedores.

Tome atenção pois os animais podem queimar-se ou derrubar uma fonte de calor e criar perigo para eles próprios e para toda a família.

No período mais frio do ano convém prestar atenção à saúde dos animais. Reforce a qualidade da alimentação e se necessário forneça-lhe suplementos alimentares que ajudem a reforçar as suas defesas.

Se notar alterações de saúde consulte o veterinário. Animais diabéticos, com doenças cardíacas, renais ou com desequilíbrios hormonais podem ter mais dificuldade para regular o seu próprio calor corporal.

1) Consulte o médico veterinário sobre vacinas sazonais

Mantenha as vacinas de seu animalzinho em dia.

2) Banho e tosa devem ter a frequência reduzida

Diferente do verão, no inverno há menos mosquitos, pulgas e carrapatos. Além disso, banhos frequentes durante os meses de frio podem colaborar para diminuir a resistência do animal, tornando-o susceptível a uma série de doenças, inclusive problemas respiratórios. O recomendado é diminuir a quantidade de banhos, ampliando o intervalo entre eles.

Já a tosa durante o inverno é desnecessária e não indicada, pois o pêlo funciona como um isolante térmico natural, mantendo o pet quentinho e protegido. Se necessário, faça apenas a tosa higiénica.

3) Evite expor ao frio logo após o banho 

Expor o animal ao clima externo logo após o banho, mesmo que o pêlo esteja totalmente seco, poderá resultar em choque térmico, que pode desencadear uma série de doenças circulatórias e ainda agravar casos crónicos de outros tipos de doenças. Por isso, o ideal é esperar uma hora antes de expor seu animalzinho ao frio.

Evite sair com o peludo nos horários mais frios. Opte por levá-lo para passear quando o clima estiver mais agradável, o que costuma ser entre às 11h e 15h. Passear nos horários mais frios pode desencadear uma mudança brusca de temperatura e todos os males que vêm com ela, além de ser desconfortável.

shutterstock_129476423

4) Ofereça maior quantidade de ração

Com o frio, o gasto calórico aumenta cerca de 30%, por isso, a ingestão de calorias deve ser maior para suprir essa necessidade e evitar risco de desnutrição, principalmente animais que não ficam abrigados dentro de casa. O recomendado é aumentar a quantidade de ração entre 15% e 30%, mas não exagere, o excesso consumido sem necessidade se transformará em gordura, e seu bichinho pode ficar obeso.

5) Garanta um ambiente quente e confortável

Incremente a caminha do seu amiguinho com um cobertor ou manta e mantenha longe de correntes de ar ou exposição ao clima.  Se seu pet dormir do lado externo da casa, certifique-se de que ela está em local com cobertura e protegida do frio. A base da casinha costuma ser o local onde se perde mais calor. Abaixo da caminha você pode usar papelão que funcionará como isolante térmico, garantindo que a casinha permaneça bem quentinha e aconchegante durante o inverno.

6) Roupinhas

As roupinhas são bem-vindas, desde que confortáveis. Elas são essenciais para os animais de pelo curto, filhotes e  idosos, já que eles tem mais dificuldade em manter a temperatura do corpo. Opte por roupinhas que sejam quentes e confortáveis, se ficarem justas, troque-as por um número maior para que seu pet não se sinta apertado.

catroupa

Anúncios

Sobre Gatil SpiritLand

Criação de gatos - Norueguês da Floresta, Ragdoll e British Shorthair
Nota | Esse post foi publicado em Artigos e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s